Follow:
Podcast

Muitas Mordidas e Pelos – Saiba como conviver com isso!

Filhote Mordendo

Olá, bem vindos ao 14० Programa do nosso podcast! O episódio abaixo, Muitas Mordidas e Pelos – Tirando dúvidas – 12, traz uma série de perguntas de nossos ouvintes donos de cachorro sobre os mais diversos assuntos ligados aos cuidados e manutenção de nossos amiguinhos peludos.


Nesse podcast, tentamos sanar muitas dessas dúvidas relacionados aos cuidados com pelos, adestramento, ansiedade da separação, entre outros. Aproveitamos agora também o post para falarmos sobre duas coisas que enlouquecem os tutores: cachorro que solta muito pêlo e cachorro que morde demais, principalmente os filhotes.

Dá um play para ouvir e tire suas dúvidas abaixo também!

O que fazer quando o cachorro solta muito pelo?

Não adianta, qualquer cachorro, não importando a raça, vai soltar pelos. No entanto, algumas raças soltam uma maior quantidade do que outras, enquanto outras quase não vão perder muito pelo.

Mas de fato isso é algo que enlouquece qualquer dono, principalmente quem possui quadros alérgicos. O desejo pela eliminação de pelos pela casa é tão grande que alguns criadores até propagam a ideia de que existem raças hipoalergênicas, capazes de soltar o mínimo de pelos possível ou nenhum.

Porém, não é bem assim. De fato, algumas raças de cachorros são mais suscetíveis a perda de pelos que outras, mas não existe um cachorro que não vá soltar pelos na sua vida.

Simplesmente porque os cachorros passam por fases de troca de pelos, variando muito de acordo com cada raça. Portanto, é normal notar que em determinados períodos do ano haverá uma perda maior.

A maioria dos cães perde os pelos entre as estações do Outono e o Inverno, para ficarem mais leves e com menos pelos, a fim de se adaptarem melhor às temperatura quentes do Verão.

Em geral, cachorros que perdem menos pelos são as raças em que as fases de crescimento dos pelos é maior do que a fase de transição deles.

E se a perda de pelos estiver associada à doenças?

Como dissemos, todo cachorro solta pelos e a quantidade aumenta em algumas fases da sua vida. Mas há também o fato de que algumas doenças podem estar contribuindo para esta perda de pelo excessiva. Como por exemplo:

  • Reações alérgicas, principalmente ligadas à alimentação;
  • Ataque de parasitas (pulgas e carrapatos);
  • Muita exposição solar;
  • Câncer;
  • Gravidez;
  • Uso de certos remédios;
  • Problemas nos rins, fígado e tireoide.

Sendo assim, fique atento! Se você notar uma perda maior de pelos, leve o seu cachorro ao veterinário, para que ele possa fazer todos os exames necessários, a fim de descobrir a causa do problema.

Isso porque uma perda excessiva de pelos pode ser sinal de alguma doença séria, principalmente se ele apresentar sintomas como:

  • Irritação na pele;
  • Falhas grandes na pelagem expondo a pele;
  • Coceira;
  • Lambidas constantes em certos locais de pelos mais finos;
  • Feridas ocasionadas pelas lambidas ou pela própria perda de pelos;
  • Pelo seco, que se solta com facilidade.

Em caso de perda de pelo normal, como minimizar?

O primeiro passo para evitar o problema com os pelos de cachorro espalhados pela casa seria adquirir uma dessas raças que soltam menor quantidade de pelos, como Poodle. Mas nem sempre isso é possível, pois algumas pessoas são apaixonadas por certas raças específicas, como o Golden Retriever, Chow Chow, Border Collie ou o Pug, e a quantidade de pelos é apenas um detalhe.

Mas se o seu cachorro solta muito pelo e você enlouquece com isso, priorize uma alimentação saudável com rações de boa qualidade, próprias para a idade dele, porte físico ou condições especiais que ele venha a ter. Isso vai manter a sua pelagem saudável e as trocas equilibradas.

Crie uma rotina frequente de escovação para remover todos os pelos “soltos”, sempre de acordo com o tipo de pelo e com a quantidade que cai. Inclua também tosas mensais de manutenção na sua rotina.

E por fim, mantenha uma rotina de limpeza na casa frequente, varrendo e aspirando com o aspirador de pó. No nosso podcast damos a ideia de adquirir um aspirador de pó robô, para este trabalhinho sujo, enquanto você passeia com o seu amigão.

Não adianta, cachorro solta muito pelo, mas enquanto estiver dentro do normal, isso é essencial para que ele se mantenha saudável e protegido!

Socorro, o meu cachorro morde demais!

Esse é um dos tipos de comportamentos canino de que as pessoas mais reclamam, o cachorro morder demais. No entanto, é normal o cachorro mordiscar por brincadeira ou para chamar atenção.

Muitos cachorros, principalmente quando ainda filhotes, se acostumam a mordiscar a mão, o braço ou até o pé das pessoas como forma de iniciar uma brincadeira ou de chamar a atenção do dono para brincar. Mas esse é o tipo de comportamento canino que incomoda bastante e precisa ser corrigido para não piorar.

Se você está passando por esse problema em que o cachorro morde demais, não se preocupe. Há maneiras de corrigir isso, mas o processo de alterar esse comportamento é demorado. Mas o mais importante é ter paciência, manter a calma e a constância em corrigi-lo sempre que ele morder.

Além disso, os exercícios de adestramento são fundamentais, embora seja necessário primeiro entender a razão de tantas mordidas.

Por que o cachorro morde? O que fazer?

Desde filhotes até a fase adulta, os cachorros criam o hábito de pegar tudo com a boca. É dessa maneira que eles conquistam a atenção do dono e procuram por interação. Sendo assim, o ideal é que o dono foque em fazer com que o cão o obedeça.

Há várias maneiras de se treinar a obediência canina, como por exemplo, utilizar petiscos ou até mesmo a ração para ensiná-lo que ele precisa ter paciência e saber se aproximar, aprender a esperar para ganhar o que deseja, sem precisar morder.

Um dos principais exercícios de adestramento para essa finalidade pode ser feito na hora da refeição do cachorro. Por exemplo, ao invés de oferecer a ração de uma vez no prato, coloque-a na sua mão. Se ele morder para chegar pegar a comida, não dê à ele. Mas se ele usar a lambida para alcançar a comida, recompense-o.

Importante: Não adianta fazer esse exercício de obediência se o cachorro estiver muito agitado, pois que ele não vai ter a atenção necessária para aprender. Por isso, tente fazer uma atividade física com ele antes para ajudar a gastar um pouco da energia e ficar mais tranquilo para aprender.

Outros truques para fazer o cachorro parar de morder

O adestramento é fundamental em qualquer fase da vida do cachorro, não apenas para corrigir os maus comportamentos. Por isso, o ideal é incorporar o adestramento também nas suas interações com o animal no dia a dia.

Por exemplo, no caso das mordidas, sempre que ele morder, retire a mão da boca dele e só dê atenção novamente quando ele parar de morder. Outra opção é mostrar à ele que essa atitude não é legal, apenas mexendo o dedo e fazendo cosquinha na língua dele. Isso é desconfortável pra ele, e ele vai associar isso automaticamente à ação de morder.

Usar os comandos básicos de treinamento como “senta”, “fica”, “não” e “deita” também pode ajudar no controle do cachorro durante as aulas e nas situações cotidianas.

O importante é você saber que ele NÃO precisa apanhar para aprender, embora a sua obrigação seja mostrar à ele o que é certo e o que é errado, colocando seus limites. E lembre- isso leva tempo, mas depois que ele tiver aprendido a obedecer e reconhecer a sua autoridade, ele vai ser capaz de ter o comportamento desejado.

Portanto, se você sofre com o problema do cachorro que morde demais, corrija esse comportamento o quanto antes. Deixar que o cachorro ache esse comportamento normal, tornando-se um hábito, pode dificultar o adestramento dele ainda mais depois.

Related:

Postagem Anterior Próximos Posts

Sem Comentários

Deixe seu comentário