Follow:
Podcast

Adestramento – Importância de adestrar seu cachorro

Adestrar cachorro

Olá, bem vindos ao 16० Programa do nosso podcast! No programa de hoje, Adestramento – Importância de adestrar seu cachorro, conversamos com a adestradora de cães Malu, que é mãe de cinco cachorros (3 Berneses, 1 Cocker Spaniel e 1 Jack Russell) e um gatinho vira-latas. Ela deu dicas importantes e nos contou por que é tão importante adestrar cachorro.

Já o post abaixo aproveita para reiterar a importância de adestrar o seu cachorro e dá mais algumas dicas de como adestrá-lo. Assim, você não vai ter mais desculpas para o mau comportamento do seu cãozinho e vai poder levá-lo a todos os lugares com você de tão educado que ele vai ficar. 

Dá um play para ouvir ou tire todas as suas dúvidas abaixo também!

A importância de adestrar cachorro

Qualquer treinador vai afirmar o quanto é importante adestrar cachorro desde filhotes, a fim de evitar uma série de comportamentos indesejáveis que com o tempo se tornam hábitos mais difíceis de mudar. Como por exemplo, pular nas pessoas, mordiscar e fazer as necessidades em locais inapropriados pela casa. 

Muitos adestradores também aconselham diferentes métodos de adestramento diferentes, como o treinamento de dominância adicional, reforço positivo, modificação de comportamento, treinamento para “socializar” com outros cachorros, entre outros.

No entanto, não importa qual o método de adestramento recomendado, a maioria dos treinadores irão oferecer um treino focado em obediência, principalmente sob a questão de subordinação do cão em relação ao seu dono.

É muito comum ouvir por aí que os cães, por conta da descendência direta dos lobos, também são animais de bando, e por isso seu dono deve se tornar o líder dominante desse bando. 

Esta é a filosofia básica de um treinamento de obediência, em que o dono assume o controle sobre as ações do cachorro e se concentra em um número limitado de “ações”, como vir quando é chamado, sentar e permanecer no lugar, por exemplo.

No entanto, não devemos nos basear APENAS em treinamentos de obediência. Isso porque cachorros e seres humanos NÃO fazem parte de um mesmo bando, pois os cães não são lobos e já estão muito longe dessa ancestralidade para se conectarem com essa filosofia. 

Há anos eles têm sido criados para viver em uma convivência humana com base no respeito mútuo e interação ao invés de domínio e submissão. Além disso, o foco deve ser concentrado nas necessidades deles.

Assim, o verdadeiro propósito em adestrar cachorro desde filhote é prepará-lo para alcançar uma gama completa de obrigações e desafios que ele terá que enfrentar vivendo com sua família no dia a dia nesse mundo humano.

Mas o que isso significa?

Em relação aos humanos, atingimos um bem estar quando nos alimentamos de forma adequada, nos exercitamos e dormimos o suficiente para nos mantermos saudáveis e assim, se sentir bem. 

Portanto, para alcançar o bem estar físico do animal é preciso desenvolver uma rotina contínua. Da mesma forma, esta relação entre ação e resultado pode ser incorporada no comportamento deles.

Por exemplo, comportamento é qualquer coisa que o cachorro possa fazer em reação ao seu ambiente. Sendo assim, bem estar comportamental é o estado final positivo a partir de um plano para gerar uma série de comportamentos desejados.

Mas para conseguir deve-se tentar criar uma rotina para todas as ações do cachorro, levando em consideração todas as suas experiências e desafios. Isso também vai melhorar a sua ligação com ele, assim como a qualidade de vida do animal.

Portanto, você como dono tem a obrigação de criar ambientes físicos que permitam que os seus cães prosperem, além de também interagir com eles sob uma série de circunstâncias, desde durante a hora de alimentação a tratamentos veterinário.

Dicas de adestramento

Para começar, é preciso ter muita calma e paciência para adestrar cachorro, para que o treinamento seja feito da maneira correta. Isso porque podemos cometer muitos erros sem querer e até sem perceber. Então, para evitar que isso aconteça, atenção às seguintes dicas:

  • Não use correção, mas reforço positivo com recompensas imediatas pelas ações corretas;
  • Dê os comandos apenas quando ele estiver interessado e prestando atenção em você;
  • Evite as distrações durante os treinamentos para mantê-lo focado;
  • Não faça treinamentos muito longos e mantenha a atividade divertida;
  • Evite treiná-lo sempre em um mesmo local;
  • Não abuse dos “cliques”, ferramenta de treinamento muito comum entre adestradores;
  • Não dependa apenas de “recompensas” comestíveis, tente variar com elogios ou brincadeiras;
  • Não repita sempre os mesmos comandos;
  • Ajuste sempre o treino à personalidade do seu cachorro;
  • Pratique, pratique, pratique!

Como adestrar cachorro

O treinamento com a coleira deve ser feito desde cedo para que ele aprenda a caminhar sempre ao seu lado, NUNCA na frente e sem puxar. Mas tome cuidado em usar a coleira apropriada, para evitar lesões no cachorro ou traumatizá-lo.

Torne o treinamento com coleira divertido e associe isso aos passeios como parte da rotina para que ele se acostume e pense nela como algo positivo.

A caixa canina deve ser introduzida desde cedo. Ela pode ser uma grande aliada quando o filhote quiser passar um tempo em seu local privado de livre e espontânea vontade. Assim, nunca associe a caixa como um local de castigo, ele deve percebê-la como um lugar seguro e aconchegante.

A socialização também é importante e faz parte do seu treinamento de vivência. Portanto, o cachorro deve ser exposto às mais variadas experiências possíveis e estímulos para se acostumar com o seu ambiente. Isso porque quanto mais experiências ele puder ter desde o início, mais confiante e confiável ele será.

 

Related:

Postagem Anterior

Sem Comentários

Deixe seu comentário